Fechar
Notícias > Caminhões

Os bastidores do lançamento histórico do e-Delivery

  • Investimento superou os R$ 150 milhões
  • O equivalente a mais de 400 mil quilômetros rodados em cem diferentes testes
  • Time brasileiro formado por 150 engenheiros e técnicos

Marco na engenharia nacional e internacional, o lançamento do primeiro caminhão elétrico 100% desenvolvido no Brasil chega ao mercado com um longo histórico de grandes números. Envolve a expertise de mais de 150 profissionais brasileiros dedicados ao projeto, ao longo de quatro anos de desenvolvimento, com um investimento de mais de R$ 150 milhões para viabilizar o primeiro caminhão 100% elétrico produzido no Brasil.

O e-Delivery encarou mais de 100 diferentes tipos de testes para um lançamento seguro e responsável, enfrentando testes severos em pistas especiais, além de imersão simulando áreas alagadas. Nessa jornada, que incluiu desde temperaturas extremas de -20°C a +55°C até avaliações de interferências eletromagnéticas, percorreu o equivalente a cerca de 400 mil quilômetros para comprovar a eficiência e confiabilidade do veículo em todo tipo de condição.

Por trás de toda essa pesquisa e desenvolvimento, está a maior frota de protótipos elétricos para testes em andamento no país, rodando em três turnos por dia, sete dias por semana, e com uma equipe de mais de 50 profissionais envolvidos diretamente nos testes para sua execução, aquisição de dados e avaliação dos resultados.

Testes dentro e fora da fábrica

Para enriquecer o resultado, os caminhões e-Delivery percorreram rotas na cidade de São Paulo, e na região da fábrica no Sul Fluminense, com condições reais de tráfego. Além disso, todo o trabalho foi acelerado com simulações no campo de provas do centro mundial de e-Mobility da VWCO, localizado na fábrica, em Resende (RJ).

Em câmaras climáticas, com dinamômetro e em testes reais em diferentes regiões e países, o e-Delivery enfrentou de -20°C a +55°C para assegurar a operação em temperaturas extremas. Todo o sistema de refrigeração e aquecimento das baterias, bem como o de arrefecimento dos componentes e de ar condicionado, foram colocados à prova.

Em virtude de sua arquitetura eletrônica superior à de um veículo movido a diesel, o caminhão elétrico VW foi submetido a uma análise específica para assegurar que não houvesse qualquer interferência eletromagnética na eletrônica do modelo.

Testes inéditos para este tipo de veículo, como o teste de passagem por áreas alagadas, reforçaram e confirmaram toda a robustez da solução projetada pela engenharia de Resende, ratificando sua operação sem riscos também nessas condições.

Além disso, inúmeros novos testes de segurança e específicos para os sistemas de alta tensão do veículo foram desenvolvidos seguindo os mais rigorosos padrões internacionais. O elétrico da VWCO passou por testes tradicionais de desenvolvimento, durabilidade e desempenho, assim como em qualquer novo modelo da marca. Todo o trabalho foi feito para garantir o lançamento com a responsabilidade que sempre rege a atuação da VW Caminhões e Ônibus.

 

Imagens relacionadas