Notícias - Fórmula Truck

Renato Martins: “Constellation, Volkswagen e parceiros fizeram a diferença no campeonato F-Truck de 2006”

11 de Dezembro de 2006
Na conquista de seu bicampeonato na Fórmula Truck, desta vez guiando um caminhão Volkswagen Constellation, o piloto Renato Martins define seu veículo, sua equipe e o apoio da Volkswagen Caminhões e Ônibus como essenciais para o sucesso da temporada de 2006. Patrocinado pela montadora há cinco anos, o paulista que já havia obtido dois vice-campeonatos a bordo de um Volkswagen Titan Tractor chegou em sexto lugar na prova de ontem (10/12) em Brasília (DF), completando 117 pontos e dando ao fabricante o segundo lugar no Campeonato de Marcas. “Eu esperava vitórias este ano com o Constellation, mas não um campeonato após apenas 11 meses de desenvolvimento da versão de corrida do caminhão. Agradeço a pessoas da Volkswagen Caminhões e Ônibus que tornaram essa conquista possível, como o CEO Roberto Cortes, o gerente de Engenharia Kai Hohmann e o supervisor de Powertrain (conjunto motor e transmissão) Rodrigo Chaves”, diz Martins. A temporada também foi produtiva para outros pilotos que guiaram modelos Volkswagen Constellation e Worker ao longo das nove corridas em sete estados brasileiros entre março e dezembro deste ano. Débora Rodrigues obteve o sexto lugar, com 58 pontos; Beto Napolitano ficou na décima-primeira colocação, com 35 pontos; Adalberto Jardim, que estreou após a temporada já ter se iniciado, classificou-se em décimo-segundo lugar; e Herberto Heinen ficou na décima-quarta posição entre os 23 participantes de todo o Brasil. Veículo totalmente novo “Tínhamos em mãos um veículo totalmente novo, no qual chassi, suspensão, câmbio e freio resultaram de uma evolução do modelo anterior, enquanto o motor, por ser eletrônico e utilizar tecnologia de última geração, colocou-nos diante do desafio de começar do zero”, explica Kai Hohmann, Gerente Executivo de Engenharia da Volkswagen Caminhões e Ônibus, que coordenou o desenvolvimento da linha Constellation. Após quatro meses de dedicação e preparo, os caminhões passaram por testes em Curitiba (PR), apresentando resultados positivos, como o aumento da velocidade em curvas e retas em função do bom equilíbrio do conjunto: motor 30% mais potente e veículo 10% mais leve. Arvin Meritor, Bosch, BorgWarner, Cobreq, Cummins, Knorr-Bremse, Metal Leve, Radiadores Visconde, Umicore e ZF participaram do desenvolvimento dos Constellation de competição.